09/12/2018 17:43

Agricultura Familiar realiza negociações de ovinos no Show Safra

Ovinocultores da Agricultura Familiar estão tendo a oportunidade de negociar seus produtos durante o Show Safra BR163, por meio da Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente, da Prefeitura de Lucas do


Ovinocultores da Agricultura Familiar estão tendo a oportunidade de negociar seus produtos durante o Show Safra BR163, por meio da Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente, da Prefeitura de Lucas do Rio Verde.

Saulo Barbiere, ovinocultor de Campo Verde-MT está pela primeira vez na cidade e veio a convite do secretário Marcio Albieri. O produtor conta que já esteve em várias exposições no Estado, mas se surpreendeu com a qualidade do evento luverdense e o interesse dos visitantes em conhecer os animais.

“Já participei de várias exposições no Estado e sinceramente aqui em Lucas está bem diferente, as pessoas estão interessadas em conhecer, ver o animal e saber como é a criação, além disso já consegui realizar algumas negociações. Trouxe para a feira animais da raça Texel, que é um carneiro de lã adaptado para região de Mato Grosso, que é um animal que nasceu aqui e consegue sobreviver ao calor da região, e também animais das raças Dorper e Santa Inês”, disse o produtor.

A feira está recebendo cinco ovinocultores da região e um de Lucas do Rio Verde. O secretário destacou o esforço da equipe municipal em realizar todas as documentação e liberações aos órgão competentes para conseguir a exposição dos animais.

“Pela primeira vez no Show Safra conseguimos colocar a expor os carneiros e isso era uma vontade da Fundação assim como nossa. E há meses a nossa médica veterinária, Silvia Krause, tem trabalho e buscando toda a documentação junto ao Indea e ao Conselho Regional de Medicina Veterinária, para que pudéssemos colocar todos animais dentro da feira. Hoje são seis expositores trazendo reprodutores e fêmeas para negociações direta”, explicou.

Outro ponto que Albieri comentou, é sobre o projeto de criação de um abatedouro de pequenos animais. “Esse abatedouro ajudará os produtores a trabalharem de forma legal, respeitando as determinações da vigilância e assim poderem comercializar seus animais de forma correta”, disse.


Fotos: